Para onde viajar com o dólar alto?


Escrito por: Heleusa Bonato
Mais posts de Dicas

Compartilhe



Você não precisa abandonar aquela ideia de viajar para o exterior por causa da alta do dólar. No entanto, com a desvalorização da moeda brasileira e a subida desenfreada da moeda americana, que nesta semana já bate a casa dos R$ 3,60 e chegou a R$ 4,00 em algumas casas de câmbio, é válido programar bem a sua viagem para não gastar mais do que o planejado.

Ainda que alguns destinos tenham a influência do dólar nos seus preços ou sejam mais distantes do Brasil e, por isso, requerem um investimento maior na aquisição da passagem aérea, listamos algumas cidades onde é possível fazer mais economia tendo como base o custo médio diário. Estes valores levam em conta o gasto aproximado por dia com despesas como hospedagem, transporte e refeições. Selecionamos para este artigo apenas destinos onde o gasto médio diário não ultrapassa R$ 100,00/dia.



1. Santiago

A capital do Chile se sobressai pela sua organização e estrutura urbana. A cidade oferece atrações por menos de R$ 25,00 e as passagens para Santiago estão entre as mais baratas com saídas do Brasil.

Além de curtir o charme da metrópole, há diversos passeios na região dos Andes, como o Valle Nevado e a vinícola Concha Y Toro.

Custo médio diário: R$ 91,00



2. Mendoza

Berço dos melhores vinhos da Argentina, as parreiras de uva do tipo Malbec dão um toque especial a esta cidade ao pé da Cordilheira dos Andes.

Além de conhecer as vinícolas locais, a região oferece diversas atrações próximas às montanhas, como lagos, estações de esqui e águas termais. Visite também o Parque Provincial, onde está o monte Aconcágua, o ponto mais alto do continente e do hemisfério ocidental.

Custo médio diário: R$ 96,00



3. Cartagena

As praias e a arquitetura local fizeram de Cartagena um Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco. Por contar com diversas belezas naturais, seus principais atrativos são gratuitos, o que faz com que o turismo nesta cidade da Colômbia aumente significativamente a cada ano.

Custo médio diário: R$ 79,00



4. Bogotá

É no Centro Histórico que estão os principais pontos turísticos da cidade, como a Catedral, a Plaza Bolívar, a Casa da Moeda e os os museus Botero e Museu do Ouro. No entanto, a capital da Colômbia também é uma cidade moderna, agitada, vibrante e com os gastos médios mais acessíveis dos destinos citados aqui.

A cidade também oferece outras atrações gratuitas com locais que têm vista panorâmica da cidade, como Cerro Monserrate ou o Mirador La Calera.

Custo médio diário: R$ 57,00



5. Lima

Lima é uma capital interessante, cheia de lugares para visitar dia e noite e com uma gastronomia ímpar. Os principais pontos turísticos podem ser visitados durante o dia, como a Plaza de Armas, o Convento de San Francisco e o bairro de Miraflores que é um dos principais destinos turístico e comercial da cidade. Este bairro conta ainda com uma excelente vista ao mar, através do Parque do Amor.

Para curtir a noite em Lima, os arredores do Parque da Reserva e da Praça Kennedy são os locais com a maior concentração de turistas e locais para prestigiar a variedade de bares e restaurantes que ali se encontram.

Custo médio diário: R$ 88,00



6. Cracóvia

Para um destino na Europa, Cracóvia é uma cidade muito barata, além de ainda não ter se tornado muito turística. No entanto, a cada ano o número de visitantes vem aumentando. Com traços medievais, lá você encontra castelos, palácios, fortes, museus, igrejas, diversas construções históricas, somados a uma gastronomia única.

Quando o tema é II Guerra Mundial, a Polônia é um dos países mais visitados. O centro histórico de Cracóvia sobreviveu aos ataques durante a guerra e se tornou Patrimônio da Humanidade pela Unesco. E, não muito distante (aproximadamente 70km) de Cracóvia, está a cidade de Auschwitz, outro destino muito procurando, onde se encontram os restos de um dos principais campos de concentração da II Guerra.

Custo médio diário: R$ 80,00



7. Budapeste

Impossível não se encantar com a beleza da capital húngara. As principais atrações de Budapeste estão espalhadas pelos dois lados da cidade, Buda e Peste.

Os lados oriental e ocidental são separados pelo rio Danúbio e nove pontes auxiliam na sua travessia. A mais famosa dela, a Ponte das Correntes, foi totalmente destruída e teve de ser reconstruída após a Segunda Guerra Mundial. Este é um dos principais pontos turísticos de Budapeste.

Custo médio diário: R$ 87,00



8. Istambul

Istambul é o centro econômico, cultural e financeiro da Turquia. Além disso, é a única cidade do mundo presente em dois continentes ao mesmo tempo: Europa e Ásia. Basta cruzar o rio Bósforo e você está em outro continente.

Seu charme está na mistura de muralhas, palácios e mesquitas com prédios envidraçados, pontes monumentais, restaurantes diferenciados e uma agitada vida noturna. É uma cidade antiga, mas também contemporânea e é isso que faz de Istambul uma mistura de ocidente e oriente, história e modernidade.

Custo médio diário: R$ 97,00



9. Cairo

Esta é a maior cidade do mundo árabe, da África e também uma das mais antigas do mundo. Estamos falando do Cairo. Com milênios de história e mistérios, seus monumentos instigam pesquisadores até hoje e atraem milhares de turistas do mundo todo.

No Cairo, não deixe de conhecer o imenso mercado de Khan-El-Khakili e o Museu do Cairo, onde está a tumba do mais famoso faraó do Antigo Egito: o Tutankhamon.

Bem próximo da cidade, em Gizé, visite também as imperdíveis pirâmides Quéops, Quéfren e Miquerinos e a grande Esfinge.

Custo médio diário: R$ 60,00



10. São Petersburgo

Palácios, monumentos e igrejas com suas cúpulas coloridas fazem parte do cenário de São Petersburgo. Esta é uma ótima cidade para se conhecer a pé.

A antiga capital russa abriga, entre outras atrações, o famoso Hermitage, um dos maiores museus de arte do mundo. Com coleções e itens de várias épocas, seu acervo conta com mais de 3 milhões de peças. Para completar, galerias, parques, jardins e teatros estão espalhados por toda a cidade.

Custo médio diário: R$ 62,00

10. Délhi

Com uma imensa riqueza histórica e cultural, a Índia se consolida hoje como um dos destinos mais procurados por turistas de todos os continentes. O crescimento do país no mundo dos negócios internacionais também contribui para o aumento de visitantes a cada ano.

Com seus museus e bazares, ruas extremamente movimentadas, o trânsito caótico, suas cores, aromas e sabores, Délhi é uma cidade de contrastes. Seu encanto peculiar faz desta cidade um dos principais destinos a ser visitado na Índia.

Custo médio diário: R$ 79,00



Sobre o autor

Heleusa Bonato

Heleusa já fez intercâmbios nas cidades de Mendoza e Rosário, na Argentina. Adora os destinos de língua espanhola. Uma de suas viagens preferidas foi para Barcelona, na Espanha. Publicitária, sempre carrega sua câmera embaixo do braço para registrar suas viagens. No blog, contribui principalmente sobre os destinos da América Latina e Espanha.




Quer conhecer algum destes destinos?

Preencha seus dados abaixo e receba um orçamento.



Leia mais

 

WhatsApp chat